Poemas – Omar Pérez López

Dos poemas de El traductor de zombies El diablo no compra almasEl diablo no compra almaslas compran los religiososlas revenden deformadasremozadas, a un precio más que oneroso.Compran barato los jefes de todas las religionespor un poco de creencias, sentenciasy de sagrada elocuenciadan fuego a los corazones contritos, marchitoslos bendicen con sofrito sin pagar impuesto al taoa … Continue lendo Poemas – Omar Pérez López

Canicas – Por Francisco García González

Jorge y yo éramos pobres.  Todos los niños que conocía eran pobres. En la escuela.  En los otros barrios. Todo estaba lleno de niños pobres.  Los adultos también eran pobres.  Estábamos de vacaciones.  Desperté una mañana. Había estado soñando dinosaurios. Los había visto en una película hacía poco. Unos bichos horribles que se querían comer … Continue lendo Canicas – Por Francisco García González

Os mistérios do Santuário de Nossa Senhora de Mua – Por Hugo Martins

Maio, 2013 Ver o outro sentido além do aparente Se o Todo, a Unidade, repercute e reflecte no Tudo, a Multiplicidade, e vice-versa, também aqui no Sado vizinho do Tejo a geografia sagrada europeia parece sintetizar-se nos contornos do semblante esquissado pela Serra da Arrábida, relembrando a todos que Portugal afinal é o “rosto” da “cabeça” … Continue lendo Os mistérios do Santuário de Nossa Senhora de Mua – Por Hugo Martins

Aos que me compreendem – Por Henrique José de Souza

(Palavras de um Mestre àqueles que procuram perturbar a Obra do Bem) Luz, sempre Luz. Dois caminhos estão abertos aos olhos do mundo: Um, é estreito e cheio de espinhos; o outro é largo e liso. São as duas Veredas, do Bem e do Mal, de acordo com a estreiteza de muitas consciências ou da … Continue lendo Aos que me compreendem – Por Henrique José de Souza

Considerações filosóficas de Einstein sobre Exército, Mistério e Religião – Por Albert Einstein

Palavras sapientíssimas de Einstein, por sinal leitor da Doutrina Secreta de Helena Petrovna Blavatsky “A pior das instituições humanas se chama exército”, escreveu Einstein. “Eu o odeio. Se um homem puder sentir qualquer prazer em desfilar aos sons de música, eu desprezo este homem… Deveríamos fazer desaparecer o mais depressa possível da civilização este câncer, … Continue lendo Considerações filosóficas de Einstein sobre Exército, Mistério e Religião – Por Albert Einstein

Discurso de Defesa de Joana D’arc perante o Júri Inquisitorial

Defesa de Joana d’Arc a seus jurados Antes de tudo, peço a vós, senhores meus jurados, escusas por ocupar-vos o precioso tempo com meus argumentos, que podem parecer-vos vãos e insensatos.Imaginai que eu, simples e iletrada camponesa, tenha a árdua missão de procurar fazer-vos entender a razão de meus atos, diante de vós, que já … Continue lendo Discurso de Defesa de Joana D’arc perante o Júri Inquisitorial

Poema – Por Guerra Junqueiro

“Pegai numa ampulheta enormíssima, enchei-aDe séculos sem fim; séculos são areia,O tempo é o areal.Depois, para medir o infinito profundo,Deus com a própria mão lança-lhe dentro um mundo,Sonda descomunal.Durante a eternidade infinita que amedronta,Cairão da ampulheta os séculos sem contaNos abismos fatais,Que esse mundo a tombar como um grande aerólitoNunca, nunca achará o fundo do … Continue lendo Poema – Por Guerra Junqueiro

O que é o sufismo (parte 2) – Por Abdul Qadir

 Vamos tentar entender o que é o sufismo a partir da perspectiva do desenvolvimento de um excelente caráter (Ihsan) ou da mais verdadeira sinceridade com Allah (swt). “66-AL-WAHID: A Unidade; O Indivisível” "Ele é um, sem igual nem parceiro. Sua essência, atributos, ações, ordens e nomes são únicos. Ele é o único digno de adoração … Continue lendo O que é o sufismo (parte 2) – Por Abdul Qadir